_promoção

_iniciativa


_um evento

 

 


PASSEIOS PEDESTRES GUIADOS

Inscrição
Nenhum dos Passeios Pedestres necessita de inscrição prévia.
A inscrição é feita no local de partida até ao momento da partida.

Condições e Preços de Participação

Passeio Pedestre Galeria Pública de Arte Estatuária de Alpalhão
- GRATUITO para todos os participantes.
Passeios Pedestres Arribas do Tejo e Rota do Castelo da Seda
- Caminheiros residentes na Freguesia de Alpalhão - GRATUITO (apresentar prova de residência)
- Caminheiros residentes no concelho onde decorre o Passeio Pedestre - GRATUITO (apresentar prova de residência)
- Caminheiros alojados no Hotel Monte Filipe - GRATUITO

- Caminheiros alojados noutras unidades hoteleiras do Alentejo - 2,50Euros - Pago no local
- Caminheiros não alojados em unidade hoteleira - 5,00Euros
- Pago no local


Sábado 17 Novembro 2018
Galeria Pública de Arte Estatuária de Alpalhão

Quem diria que o melhor da Arte Estatuária estava espalhado pelos campos, pelas ruas da Vila de Alpalhão, junto ao Rio Tejo. Por aí, ao alcance de todos, de admiradores de arte, de turistas despreocupados e de fotógrafos dedicados.

Esta é a oportunidade de ver cada peça, cada obra de arte. Admirar cada traço, cada impacto, cada linha. De blocos sem forma nasceram pelo talhe e cinzel aquilo que sempre lá esteve nesse bloco. Apenas foi retirado o excesso. Por quem sabe, porque quem gosta, por quem sente.

Algumas precisaram da mestria industrial da composição, do arranjo, do encaixe, da montagem, como se fosse fácil compor suavemente as toneladas de pedra em lógica pensada, harmoniosa e equilibrada.

Este é o passeio que une muitas destas peças. Que liga a arte à terra, os artistas aos espaços, as vivências às almas. Do núcleo urbano de Alpalhão aos campos em redor, à Capela da Senhora da Redonda, local de tantos cultos, de tantas gentes, de tanta pedra.

Percurso Circular: Em meio urbano e natural.
Temáticas: Arte Estatuária, Espaço Urbano, Natureza
Assuntos de interesse: Arte Estatuária de Alpalhão, Vila de Alpalhão, História da Bienal da Pedra, Senhora da Redonda, Arca das Almas
Distância:
8,6Km
Duração aproximada:
3 horas.
Subidas:
Sem significado
Dificuldade:
Baixa
Local de encontro: Receção do Hotel Monte Filipe, Alpalhão, Alentejo, Portugal
Coordenadas geográficas (GPS):
GPS N39º24'46 W07º37'16''



Domingo 18 Novembro 2018 – 10:00h
Arribas do Tejo - Belver, Gavião

Entre o Alentejo e as Beiras, trilhos ancestrais percorrem terras de vistas largas, de montes e vales sublinhados pelo Tejo.

O rio corre tão devagar entre as suas margens, que forma um espelho e assim realça uma paisagem cheia de encanto.

Lá do seu alto, imponente e omnipresente, o castelo contempla a sua própria imagem reflectida nas águas do Tejo, nas águas deste rio que lhe deu a sua razão de ser: Belver está sempre de vigia e domina o território à sua volta.

É aqui que o rio se perde na história e consegue levar o Alentejo do lado da Beira, criando um caso de transbordo geográfico pleno de vistas largas, de uma natureza pura e de costumas ancestrais bem escondidos.

Percurso Circular: Em meio natural e rural, por trilhos de natureza. Alguns troços de alcatrão.
Temáticas: Natureza, Paisagem, História e Pré-história.
Assuntos de interesse: Rio Tejo, Linha de Defesa do Tejo, Ordens Militares, Belver, Anta do Penedo Gordo, Termas da Fadagosa.
Distância:
16Km
Duração aproximada:
5 horas.
Desnível máximo:
140m.
Subidas:
Várias, algumas inclinadas.
Dificuldade:
Média (+)

Local de encontro: Largo Luis de Camões, Belver
Coordenadas geográficas (GPS):
N39º29'39'' W07º57'32'


Sábado 24 Novembro 2018 - 10:00h
Rota do Castelo de Seda - Vila de Seda, Alter do Chã

Chegar à Vila da Seda é como mergulhar no melhor dos mundos, com paisagens deslumbrantes e um património histórico que se pressente em cada esquina.

Antigo posto avançado de defesa, com o seu castelo altaneiro que dominava a paisagem, apresenta-se hoje como uma vila de casario branco encarrapitado no outeiro e cercado por campos de rara beleza ao longo da Ribeira da Seda, atravessada pela magnífica ponte romana de Vila Formosa.


Uma jornada que tem como momentos de rara beleza os percurso ao longo da margem da Ribeira da Seda e pelas vinhas a perder de vista. Depois de um pequeno troço urbano inicial, todo o percurso é feito por caminhos e estradas rurais de fácil acesso e deslumbrantes paisagens.

Percurso Circular: Em meio natural e rural, por trilhos de natureza. Alguns troços de alcatrão.
Temáticas: Natureza, Ruralidade, História
Assuntos de interesse: Castelo de Seda, Ribeira de Seda, Ponte Romana de Vila Formosa, Vinhas,
Distância:
10,4Km
Duração aproximada:
3 horas.
Desnível máximo:
65m
Subidas:
Duas, pouco acentuadas
Dificuldade:
Média (-)

Local de encontro: Jardim das Piscinas da Vila de Seda
Coordenadas geográficas (GPS):
N39º11'19,65'' W07º47'08,20''


Domingo 25 Novembro 2018 - 10:00h
Galeria Pública de Arte Estatuária de Alpalhão

Quem diria que o melhor da Arte Estatuária estava espalhado pelos campos, pelas ruas da Vila de Alpalhão, junto ao Rio Tejo. Por aí, ao alcance de todos, de admiradores de arte, de turistas despreocupados e de fotógrafos dedicados.

Esta é a oportunidade de ver cada peça, cada obra de arte. Admirar cada traço, cada impacto, cada linha. De blocos sem forma nasceram pelo talhe e cinzel aquilo que sempre lá esteve nesse bloco. Apenas foi retirado o excesso. Por quem sabe, porque quem gosta, por quem sente.

Algumas precisaram da mestria industrial da composição, do arranjo, do encaixe, da montagem, como se fosse fácil compor suavemente as toneladas de pedra em lógica pensada, harmoniosa e equilibrada.

Este é o passeio que une muitas destas peças. Que liga a arte à terra, os artistas aos espaços, as vivências às almas. Do núcleo urbano de Alpalhão aos campos em redor, à Capela da Senhora da Redonda, local de tantos cultos, de tantas gentes, de tanta pedra.

Percurso Circular: Em meio urbano e natural.
Temáticas: Arte Estatuária, Espaço Urbano, Natureza
Assuntos de interesse: Arte Estatuária de Alpalhão, Vila de Alpalhão, História da Bienal da Pedra, Senhora da Redonda, Arca das Almas
Distância:
8,6Km
Duração aproximada:
3 horas.
Subidas:
Sem significado
Dificuldade:
Baixa
Local de encontro: Receção do Hotel Monte Filipe, Alpalhão, Alentejo, Portugal
Coordenadas geográficas (GPS):
GPS N39º24'46 W07º37'16''


PASSEIOS PEDESTRES AUTO-GUIADOS

Os Passeios Pedestres AutoGuiados são feito em autonomia e decorrem em percursos perfeitamente sinalizados.
Os caminheiros que os desejem realizar só precisam de informar a receção do Hotel Monte Filipe na véspera para que seja providenciado o mapa, folheto de apoio, merenda volante e, se necessário, combinar transporte.

19 Novembro 2018 – Segunda Feira

10:00h – Passeios Pedestres de Castelo de Vide em sistema de AutoGuiados
Fornecimento de kit de navegação e merenda.
- Passeio Pedestre da Torrinha
- Passeio Pedestre das Fontes de Castelo de Vide
- Passeio Pedestre da Serra de São Paulo

20 Novembro 2018 – Terça Feira
10:00h – Passeios Pedestres de Marvão em sistema de AutoGuiados
Fornecimento de kit de navegação e merenda.
- Passeio Pedestre de Marvão
- Passeio Pedestre dos Olhos de Água

21 Novembro 2018 – Quarta Feira
10:00h – Passeios Pedestres de Gavião e Portalegre em sistema de AutoGuiados
Fornecimento de kit de navegação e merenda.
- Passeio Pedestre (Gavião) Corredor Ecológico das Ribeiras de Alferreireira e Barrocas
- Passeio Pedestre (Portalegre) Salão Frio

23 Novembro 2018 – Sexta Feira
10:00h – Passeios Pedestres de Nisa em sistema de AutoGuiados
Fornecimento de kit de navegação e merenda.
- Passeio Pedestre À Descoberta de São Miguel
- Passeio Pedestre Trilho da Mina de Ouro do Conhal


| Alpalhão Art and Walking Festival - Festival de Arte e Caminhadas de Alpalhão |
| Um Evento PORTUGAL WALKING FESTIVAL |
| alentejo@portugalwalkingfestival.com | Telf +351.265.227.685
|


Portugal Walking Festival ® é uma marca registada de
Sistemas de Ar Livre Lda